Telas flexíveis


Quando as telas de diodo emissor de luz orgânica (OLED) começaram a entrar nos mercados de massa em 2004, os consumidores descobriram que as novas telas eram mais leves, mais brilhantes e consumiam menos energia. Em contraste com as unidades tradicionais com base em vidro LCD, estes novos monitores poderiam ser fabricados em plásticos finos e flexíveis, o que levou o termo "telas flexíveis." A popularidade de telas OLED é em grande parte devido à sua eletroluminescência, o que torna as telas mais legíveis. A chegada do display OLED, o mais fino do mundo, em 2008 pela Samsung, apresentou uma tela que era flexível e poderia ser facilmente dobrada – características que deram origem a ideias para smartphones inquebráveis e tablets dobráveis. Até 2009, os meios de comunicação mais populares, incluindo CBS e Entertainment Weekly inseriram inclusive "video in print" em circulações menores de suas revistas, demonstrando a nova tecnologia. No final de 2012, LG, Samsung, e Philips, entre outros grandes nomes da indústria de eletrônicos, anunciou planos para produzir em massa telas flexíveis em 2014, e a Apple recentemente patenteou sua própria tela flexível. Com o aumento da popularidade de telas flexíveis no mercado consumidor, pesquisadores, inventores e desenvolvedores estão fazendo experiências com possíveis aplicações para o ensino e a aprendizagem. Oportunidades oferecidas pelas telas flexíveis OLED em ambientes de educação estão sendo considerados para e-textos, e-readers e tablets. Além disso, as telas flexíveis podem envolver em torno de superfícies curvas, permitindo a possibilidade de instrumentos científicos e outros, com manuais de instruções internas.

INSTRUÇÕES: Escreva suas respostas na questão abaixo. Isto é mais facilmente feito ao mover o cursor para o fim do último item, pressionando RETURN para criar um novo item de lista. Por favor, inclua URLs sempre que puder (URLs completas serão automaticamente convertidas em hyperlinks; por favor, digite-as integralmente ao invés de usar a ferramenta de link na barra de ferramentas).
Por favor, "assine" cada uma de suas contribuições ao marcá-las com o código de 4 tils (~) em uma linha para que possamos acompanhar você, caso precisemos de informações adicionais ou de exemplos – isto produz uma assinatura quando a página é atualizada, tal como: - Sam Sam Jul 17, 2014


(1) Como pode esta tecnologia ser relevante para o setor educacional que você mais conhece?

  • adicione sua resposta aqui
  • adicione sua resposta aqui

(2) Quais temas estão faltando da descrição acima que você considera importante?

  • adicione sua resposta aqui
  • adicione sua resposta aqui

(3) O que você vê como o impacto potencial desta tecnologia no aprendizado, ensino ou investigação criativa?

  • adicione sua resposta aqui
  • adicione sua resposta aqui

(4) Você tem ou conhece algum projeto sendo trabalhado nesta área?

  • adicione sua resposta aqui
  • adicione sua resposta aqui

Please share information about related projects via our NMC Horizon Project submission form.