Makerspaces


A virada do século XXI já sinalizou uma mudança em que tipos de conjuntos de habilidades têm real valor aplicável em um mundo que avança rapidamente. Nesta paisagem, criatividade, design e engenharia estão fazendo seu caminho para o primeiro plano das considerações educacionais como ferramentas, tais como impressoras 3D, robótica e aplicações baseadas na web de modelagem 3D tornam-se acessíveis a mais pessoas. A questão de como renovar ou adaptar as salas de aula para atender às necessidades do futuro está sendo atendida através do conceito de Makerspaces ou oficinas que oferecem ferramentas e as experiências de aprendizagem necessárias para ajudar as pessoas a realizar suas ideias. Makerspaces têm a intenção de agradar a pessoas de todas as idades, e são fundados na abertura para experimentar, interagir e criar. A força motriz por trás de espaços onde existem estes laboratórios é enraizada no movimento Maker, uma sequência composta por artistas, entusiastas de tecnologia, engenheiros, construtores, adeptos de experimentações e qualquer outra pessoa que tenha paixão em fazer coisas. A formação do movimento decorre do sucesso da feira Maker, um encontro que foi lançado em 2006, e desde então tem se propagado em inúmeros eventos direcionados a comunidades em todo o mundo.

INSTRUÇÕES: Escreva suas respostas na questão abaixo. Isto é mais facilmente feito ao mover o cursor para o fim do último item, pressionando RETURN para criar um novo item de lista. Por favor, inclua URLs sempre que puder (URLs completas serão automaticamente convertidas em hyperlinks; por favor, digite-as integralmente ao invés de usar a ferramenta de link na barra de ferramentas).
Por favor, "assine" cada uma de suas contribuições ao marcá-las com o código de 4 tils (~) em uma linha para que possamos acompanhar você, caso precisemos de informações adicionais ou de exemplos – isto produz uma assinatura quando a página é atualizada, tal como: - Sam Sam Jul 17, 2014

Falha produtiva
Trata-se de um método de aprendizagem no qual aos educandos são apresentados problemas complexos para serem resolvidos, mesmo cientes de que provavelmente eles não dispõem ainda de todas as ferramentas. Antes de receberem qualquer instrução, eles exploram, de forma independente, as várias oportunidades de solução e falham, atestando que podemos aprender mesmo quando trilhamos caminhos supostamente errados. Os professores, vencidas as etapas preliminares, apresentam os conceitos mais relevantes e exploram os métodos de solução existentes;[Nota do Editor: commentario criado por ronamota movido aqui do IP3]

(1) Como pode esta tecnologia ser relevante para o setor educacional que você mais conhece?

  • O makerspace trouxe para as escolas um resgate das oficinas mão na massa que já havia nas escolas no passado. Trabalhar de forma mais holística a educação, envolvendo a resolução de problemas, exploração, pensamento crítico e lógico, colaboração, exploração entre outros traz para o meio educacional um espaço para trabalhar as habilidades do século 21, além de um resgate da descoberta de como as coisas funcionam. Isto no Brasil é especialmente importante para incentivar a formação de futuros pesquisadores e desenvolvedores de tecnologia. O Brasil é um país que consome mais tecnologia do que produz. Para se desenvolver, precisamos reverter este quadro. O makerspace concretiza de uma forma lúdica este tipo e trabalho, atraindo mais alunos para explorar estas habilidades. Isto sem falar no ganho para a aprendizagem quando se trabalha usando todos os sentidos, privilegiando a aprendizagem significativa.- cristiana.mattos cristiana.mattos May 28, 2017
  • A adocao de metodologias ativas de aprendizagem a partir do desenvolvimento de projetos colaborativos centrados na solucao de problemas reais possibilita que a teoria vista na escola, universidade ou outros espacos educacionais seja aplicada em contextos reais. Os makerspaces sao espacos onde solucoes podem ser exploradas, prototipadas e testadas por grupos de alunos que estao trabalhando no desenvolvimento de projetos. Podem contribuir para que metodologias ativas, centradas em projetos, sejam adotadas com mais eficiencias em contextos educacionais.- carolinacavalcanti.ead carolinacavalcanti.ead Jun 17, 2017

  • Não resta nenhuma dúvida que o aprendizado derivado de experiências produz resultados muito mais relevantes do que o modelo teórico que ainda predomina nas universidades brasileiras. Esse tipo de espaço, quando adequadamente equipado com infra-estrutura de equipamentos, insumos e mentorias adequadas, pode viabilizar o efetivo envolvimento dos estudantes com a criação e solução de problemas reais desembocando em inovação através da execução. Sim de fato isso nos remete ao outros momentos no tempo, quando a ciências derivavam da observação e replicação dos fenômenos até que se pudesse dominá-los e converte-los em alguma solução. - rodrigo_de_Alvarenga rodrigo_de_Alvarenga Jun 18, 2017

(2) Quais temas estão faltando da descrição acima que você considera importante?

  • Acredito que faltou mencionar algumas das ferrementas digitais de makerspaces disponiveis para educadores hoje. Tradicionalmente estes espacos ficam disponiveis em laboratorios presenciais em escolas, universidades e organizacoes onde o aluno pode manipular uma série de materiais para prototipar suas ideias. - carolinacavalcanti.ead carolinacavalcanti.ead Jun 17, 2017

  • Reforçar que a forma que os espaços são utilizados (união da infra, dos insumos e das mentorias) fará muita diferença, pois se apenas usarmos para executar tarefas repetitivas como aconteceu com os laboratórios de informática os resultados serão os mesmos que temos hoje e pouco mudará. - rodrigo_de_Alvarenga rodrigo_de_Alvarenga Jun 18, 2017

(3) O que você vê como o impacto potencial desta tecnologia no aprendizado, ensino ou investigação criativa?

  • A proliferação dos makerspaces nas escolas abre espaço para atividades diferenciadas, incentivando a investigação criativa. Mas só o espaço em si não vai fazer diferença. Precisamos juntar a isto a capacitação dos professores e a reelaboração do currículo.- cristiana.mattos cristiana.mattos May 28, 2017
  • O espaco deve ser utilizado com intecionalidade visando alcancar um objetivo educacional especifico. - carolinacavalcanti.ead carolinacavalcanti.ead Jun 17, 2017

  • Os espaços devem ser usados para dar liberdade criativa aos estudantes que irão aplicar os conhecimentos adquiridos para solução de problemas que sejam relevantes. - rodrigo_de_Alvarenga rodrigo_de_Alvarenga Jun 18, 2017

(4) Você tem ou conhece algum projeto sendo trabalhado nesta área?

  • No Brasil há muitas iniciativas neste sentido. A prefeitura de São Paulo está instalando e abrindo vários espaços maker (FabLabs) nas escolas públicas. Há vários projetos como o Explorum, Garagem FabLab, Engenho Maker onde a comunidade e escolas podem ir explorar esta forma de aprendizagem. No Colégio Bandeirantes um andar inteiro foi transformado em um espaço maker, com uma reelaboração do currículo do Ensino Médio para incluir 200 minutos por semana de um curso chamado STEAM (Science, Technology, Engineering, Arts and Math). O conceito maker permeia todas as atividades planejadas.- cristiana.mattos cristiana.mattos May 28, 2017
  • A PUCPR tem um Espaço Maker utilizado pelo cursos de Design e outros programas de empreendedorismo. - rodrigo_de_Alvarenga rodrigo_de_Alvarenga Jun 18, 2017

Please share information about related projects via our NMC Horizon Project submission form.