Redes Sociais


Usuários da Internet de hoje são criadores prolíficos de conteúdo. Eles fazem upload de fotos, áudio e vídeo para redes sociais baseadas na nuvem, como o Facebook, Pinterest, Twitter, YouTube, Flickr, e muitos outros em uma quantidade próxima dos bilhões. Enquanto a ênfase inicial das redes sociais foi colocada em produção e upload de mídia para esses sites populares de compartilhamento, como a noção de mídia social tem evoluído, elas acabaram a se voltar mais para conversas e relacionamentos que começaram e foram formados através desta mídia. Quando os usuários fazem login no Facebook e Twitter, dois dos locais que têm o maior número de assinantes e tráfego diário, eles estão lá para ver o que sua família, amigos, marcas favoritas e organizações estão fazendo e quem está falando sobre o quê. Para as instituições de ensino, a mídia social permite diálogos bidirecionais entre os alunos, futuros alunos, educadores e instituições que são menos formais nestes meios do que com outros meios de comunicação. Novas ferramentas, como o motor de busca social do Facebook, prometem garimpar essas interações através de um conceito conhecido como gráfico social. O gráfico social de uma pessoa representa a soma de todas as conexões sociais online dela (de quem ele ou ela é amigo, quem gosta das coisas que ela ou ela gosta, quem entre essas conexões está em que lugar, etc) e fornece um meio para pesquisar e navegar as referidas conexões. Gráficos sociais podem ser visualizados em uma variedade de formas interessantes, mas muito mais interessante é a informação incorporada a eles e o que eles podem nos dizer.

INSTRUÇÕES: Escreva suas respostas na questão abaixo. Isto é mais facilmente feito ao mover o cursor para o fim do último item, pressionando RETURN para criar um novo item de lista. Por favor, inclua URLs sempre que puder (URLs completas serão automaticamente convertidas em hyperlinks; por favor, digite-as integralmente ao invés de usar a ferramenta de link na barra de ferramentas).
Por favor, "assine" cada uma de suas contribuições ao marcá-las com o código de 4 tils (~) em uma linha para que possamos acompanhar você, caso precisemos de informações adicionais ou de exemplos – isto produz uma assinatura quando a página é atualizada, tal como: - Sam Sam Jul 17, 2014

Aprendizagem via mídia social
. Aprendemos o tempo todo e em todos os lugares. Fora da escola, ainda que o ensino seja menos formal, a aprendizagem, em alguns aspectos, pode ser melhor e mais rápida. Todos estão familiarizados com exemplos como Facebook ou Twitter, locais naturais de compartilhamento de fatos, ideias e opiniões, ainda que haja o risco inerente de informações imprecisas, incompletas ou parciais. Há experiências em curso, inclusive no Brasil, utilizando, com sucesso, os espaços do Facebook como ambiente central de aprendizagem, inclusive para turmas regulares. O mestre neste caso explora, de forma pioneira, seu papel de facilitador no estímulo ao engajamento, promovendo e organizando as discussões e fazendo a curadoria dos temas e das referências mais adequadas; [Nota do Editor: commentario criado por ronamota e movido aqui do IP3]

(1) Como pode esta tecnologia ser relevante para o setor educacional que você mais conhece?

  • permitindo o compartilhamento e construção de conhecimento conjunta. as redes permitem o uso de uma linguagem com as quais os jovens estão acostumados e assim permite o maior envolvimento dos mesmos. sendo criativo os professores poderão propor discussões sobre os temas que precisam ser abordados na construção do conhecimento por meior do uso das redes sociais. - cyrne cyrne May 1, 2017
  • Quando pensamos em redes sociais nos restringimos aquelas horizontalizadas como o Facebook. A wikipedia relaciona no verbete List of social networking websites, 210 redes sociais diferentes. Muitas de aprendizagem e com um volume relevante de usuários. Separei para esse artigo essas verticalizadas de educação. A maior Academia.edu possui 18.000.000 de usuários aprendendo perr 2 peer.

Name
Description/focus
Academia.edu
Social networking site for academics/researchers
About.me
Social networking site
Advogato
Free and open source software developers
aNobii
Books
Busuu
Language learning community (headquartered in Madrid, Spain)
ClusterFlunk
American network for students to share files with their peers
English, baby!
Students and teachers of English as a second language
Epernicus
For research scientists
FledgeWing
Entrepreneurial community targeted towards worldwide university students
Goodreads
Library cataloging, book lovers.
italki.com
Language learning social network. 100+ languages.
LibraryThing
Book lovers
LiveJournal
Blogging. Popular in Russia and among the Russian-speaking diaspora abroad.
Livemocha
Online language learning
Quora
Questions and answers
Shelfari
Books
Stage 32
US-based social network and educational site for creative professionals in film, television and theater
StudiVZ
University students, mostly in the German-speaking countries. School students and those out of education sign up via its partner sites schülerVZ and meinVZ.
Students Circle Network
A social network connecting students, teachers and institutions to course resources, study groups and learning spaces.
Taltopia
Online artistic community
TeachStreet
Education / learning / teaching - more than 400 subjects
TermWiki
Learning / languages / translation - 1.2 million terms in more than 1300 subjects
O compartilhamento e o estímulo para que os discentes ocupem desses espaços de aprendizagem, então, deveria fazer parte do trabalho de gestores educacionais.

Ainda existem inúmeras ferramentas que permitem a construção de redes sociais privadas. As escolas poderiam replicar seus cursos e salas de aula nesses ambientes fomentando o relacionamento de aprendizagem colaborativa nessas interfaces. - rafa_villas_boas rafa_villas_boas May 25, 2017

  • A escola é basicamente um conjunto de microrredes de interação presencial entre alunos, professores, gestores e famílias.
  • Tanto os alunos quanto os professores já habitam muitos desses espaços de comunicação e diálogo virtualizados; por exemplo, o Brasil figura entre os países com maior número de usuários e de interações em ambientes como Facebook e YouTube. Mesmo que não se usem as redes sociais online para assuntos da escola, parece interessante apropriar-se pelo menos de seu estilo comunicativo para divertir, informar, argumentar, organizar e aprender.- juan.moreno juan.moreno Jun 13, 2017
  • As redes sociais já existiam quando as pessoas se comunicavam e se conectavam por meio de grupos. A interação entre os seres humanos sempre existiu de um modo bastante peculiar. O uso da mídias sociais, essas, plataformas e ferramentas que permitem a conexão e interação por meio da internet já é uma realidade para a educação. Mídias como Facebook, por exemplo, já servem de ponto de encontro e fóruns de discussão entre professores e alunos. O compartilhamento de conteúdo educativo por ali também permite que essa mídia seja uma eficaz plataforma de ensino a distância, em alguns casos. O mesmo ocorre com Youtube, o site de vídeos que muitas vezes ganha até do google quando estudantes recorrem a pesquisas escolares.Alunos, professores e as próprias instituições de ensino estão ali, nas mídias sociais, ou seja, é o verdadeiro ponto de encontro de todos os agentes da educação, capaz de expandir o aprendizado para além dos muros das escolas e faculdades. - isabella.souza isabella.souza Jun 18, 2017



(2) Quais temas estão faltando da descrição acima que você considera importante?

  • Existem, questões em debate acerca do uso de redes sociais na escola, da manutenção da privacidade dos alunos à sua eficácia como canal de ensino e aprendizagem. - juan.moreno juan.moreno Jun 13, 2017
  • Faltou diferenciar mais claramente o conceito de rede e de mídia social. Nesse caso, estamos falando de mídias sociais. - isabella.souza isabella.souza Jun 18, 2017
  • Não vejo porque não citar o Whats App como uma mídia social com foco essencial na comunicação. Grupos de estudos e de alunos com seus professores permitem que esse canal se torne um verdadeiro plantão de dúvidas ou fórum de discussão, contribuindo para o aprendizado colaborativo fora do horário de aula. - isabella.souza isabella.souza Jun 18, 2017
  • ...

(3) O que você vê como o impacto potencial desta tecnologia no aprendizado, ensino ou investigação criativa?

  • o potencial é grande, mas precisamos nos qualificar, enquanto docentes, para o uso destas tecnologias. haverá a oportuidade de criação de redes que discutem assuntos específicos permitindo a troca de conhecimentos entre os integrantes dos "grupos" viabilizando o avanço do conhecimento. - cyrne cyrne May 1, 2017
  • O impacto já está sendo sentido na medida em que essas mídias já estão sendo exploradas por cada vez mais professores e alunos. Amplia o acesso ao conhecimento servindo como um perfeito canal de ensino-aprendizagem. Estamos avançando aos pouco no usos dessas mídias por diversos motivos (professores imigrantes digitais; falta de infraestrutura para acesso à internet; preconceito por parte de docentes e instituições, etc) mas já vejo como realidade. - isabella.souza isabella.souza Jun 18, 2017

(4) Você tem ou conhece algum projeto sendo trabalhado nesta área?

  • Sim. Professores do Saraiva Aprova, curso preparatório para o exame da OAB, usam facebook e whats app para se conectar e tirar dúvidas dos alunos. Há também uma espécie de mídia social em ascendência por aqui: o Passei Direito. Foi criado com o polêmico objetivo do compartilhamento de materiais entre seus membros, o que acaba por vezes proporcionando um canal à pirataria de livros e cursos. Mas tem sido cada vez mais procurada por estudantes brasileiros que querem facilitar os estudos. - isabella.souza isabella.souza Jun 18, 2017
  • adicione sua resposta aqui

Please share information about related projects via our NMC Horizon Project submission form.